fbpx

ARTIGOS




Tendências de RH: rumos e ciladas

Texto de Luciana Madrid, co-fundadora da Self Guru

Harvard Business Review, Gartner, Josh Bersin, Korn Ferry, Forbes… Ufa! A lista de tendências de RH é interminável. E eu adoro! Gosto de tendência, de imaginar o futuro, também gosto de me manter informada e entender o que está acontecendo no RH além do meu mundo.

Mas é preciso estar atenta: essa avalanche de informação cansa!

Muitos temas se repetem, muito se fala e pouco se implementa.

Estamos cansados de ouvir sobre diversidade e inclusão, mas pouco se evoluiu na participação de mulheres e negros (para citar só dois exemplos) em posições de liderança.

Estamos cansados de falar sobre saúde mental, mas as pessoas seguem doentes.

Estamos cansados de falar sobre trabalho remoto, mas muitas empresas ainda estão batendo cabeça na implementação das políticas e práticas.

Cansamos de algumas tendências antes de elas se tornarem realidade.

É difícil executar, por onde se começa? Todo mundo quer benchmark. Quem é benchmark fez o que? Criou! Pensou o que faz sentido para o seu negócio, estruturou perguntas a serem respondidas, objetivos a serem alcançados, criou projetos, contratou (fornecedores e pessoas), influenciou decisores, definiu entregas e cronogramas. É uma trabalheira danada! E até por isso, não dá pra fazer TUDO, não dá para executar todas as tendências, mas também não dá pra não fazer NADA.


Pensando na Self Guru, algumas tendências indicam que estamos no rumo certo.

Apesar de todo buzz sobre metaverso, segundo pesquisa do Gartner, para 2022, “Building critical skills and competencies – Construindo habilidades e competências críticas” é a prioridade 1 para CHROs. Faz total sentido, este é a razão do RH existir, construir as habilidades e competências para o negócio ser bem sucedido. E esse é nosso negócio.

Nº 3 na mesma pesquisa do Gartner, “Current and future leadership bench – Pipeline de liderança futuro e atual” com foco em média gerência é outra prioridade que tem tudo a ver conosco: nosso propósito de tornar acessível o desenvolvimento individual e personalizado para que talentos, novos líderes e média liderança tenha acesso a um tipo de desenvolvimento que só era oferecido para executivos. Sabemos que estar no meio do sanduíche corporativo é muito desafiador e queremos ajudar as lideranças na prática!

Por fim, as tendências de Josh Bersin falam que “Coaching will develop powerskills for everyone – Coaching desenvolverá as novas habilidades em todos”. Aqui de novo, está o core do que fazemos e será impossível oferecer coaching para todos sem a força da tecnologia!


E não acabou: Atenção para 3 temas que são densos, menos glamurosos e não estão na lista de #trendingtopics

  1. É crítico construir as capacidades no próprio RH para lidar com todos desafios que estão se propondo
  2. A infraestrutura tecnológica de RH vai passar por mais uma onda de atualização
  3. Skills-based everything – a grande tendência é que skills estejam acima de cargos e sejam a forma como se contrata, desenvolve e movimenta os talentos nas organizações. E para fazer isso, é necessário assessment, inventário e sistema para gerenciar o pool de skills da organização.

Por isso, se você tiver que escolher, eu sugiro ler dois materiais sobre tendências:

  1. Josh Bersin e Gartner (referências no final do texto). Josh tem uma visão muito completa do RH, que traduz um entendimento profundo do que é necessário para implementar tendências além de buzzwords e palestras de efeito.
  2. Gartner traz um estudo, ou seja, é o que de fato os RHs estão focando e traz um senso mais real para tudo o que se fala.

Após ler qualquer material, se pergunte, qual a relação com os meus desafios na empresa? O que é prioridade para você?

São questões fundamentais e o primeiro passo para sair da tendência e transformar na sua realidade. Depois, converse com as pessoas, veja se a sua ideia tem eco, monte um projeto e vire benchmark.
Ah, já ia esquecendo: o material sugerido está em Inglês e foi assunto do Rising HR, meu grupo de estudos em Inglês para profissionais de RH.

Referências:
Gartner for HR – Top 5 Priorities for HR Leaders in 2022
The Josh Bersin Company – HR Predictions for 2022

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.